ESPAÇO DE CULTURA

ESPAÇO DE CULTURA

sábado, 17 de junho de 2017

ESTAMOS COMPLETANDO MAIS UM ANO DE ATIVIDADES. 
PARA COMEMORAR NOSSO 4º ANIVERSÁRIO,DOIS FESTIVAIS VÃO AGITAR A REGIÃO OCEÂNICA DE NITERÓI:
"I  FESTIVAL DE POESIA JOVEM:TROFÉU CASIMIRO DE ABREU" 
"III  FESTIVAL DE POESIA E CONTOS DO CLARON" 
PARA PARTICIPAÇÃO,SEGUEM,ABAIXO,
OS RESPECTIVOS REGULAMENTOS .

"III  FESTIVAL DE POESIAS E CONTOS DO CLARON"


REGULAMENTO
Art. 1º – O CLARON – Centro Literário e Artístico da Região Oceânica de Niterói vem, por meio deste edital, abrir inscrições para o III  FESTIVAL DE  POESIAS E CONTOS DO CLARON .
Este festival tem o patrocínio do Rotary Clube de Niterói Praias Oceânicas.
Parágrafo único – Os temas: “SOLIDARIEDADE” e/ou ”FAMÍLIA” (TANTO PARA POESIAS QUANTO PARA CONTOS),desde que em língua portuguesa.

Art. 2º – Podem participar do Concurso poetas e escritores, de qualquer região do país..( Não haverá patrocínio para hospedagem de participantes de fora da cidade de Niterói).
§ 1º – Vedada a participação de membros da diretoria  do CLARON.
§ 2º – Vedada a participação de membros da COMISSÃO JULGADORA.
§ 3º _ Vedada a participação de membros do R. C. de Niterói Praias Oceânicas.
Parágrafo único – Não serão consideradas participantes as inscrições com acrósticos, trovas,haicais e nem textos de conteúdo ofensivo, preconceituoso e pornográfico.

Art. 3º – As inscrições (gratuitas) podem ser feitas até 30 de agosto de 2017,(será considerada a data de postagem).

Art. 4º – Cada participante pode inscrever-se com até 02 (dois) poemas ou contos que devem ser inéditos.
Parágrafo único: o participante poderá se inscrever nas DUAS categorias .
§ 1º – Os trabalhos devem  ser enviados pelo correio,pelo sistema de envelopes. O poema (ou conto) deverá vir ,com pseudônimo(não utilizado no concurso anterior),num envelope maior, em 04(quatro) cópias  acompanhadas de um envelope menor, lacrado,contendo nome do texto, pseudônimo, nome do participante, endereço completo,telefone e e-mail.O envelope de remessa deverá ter o mesmo remetente do destinatário.Qualquer indício de identificação levará à desclassificação do participante.
a)Os poemas devem ser digitados em editor de texto Word;
b) Fonte Arial ou Times New Roman, tamanho 12;
c) Cada poema não deve exceder o limite de 01 (uma) lauda  e cada conto não deve exceder 03(três laudas), no tamanho A4;


d) Endereço para remessa: :

IIi FESTIVAL DE POESIAS E CONTOS DO CLARON
 rua Macário Picanço ,558 – Maravista – Itaipu – Niterói/RJ
CEP 24-342.360

Art. 5º  Entrega dos troféus e medalhas:
§ 1º – Os participantes não poderão acumular as premiações, ou seja, só poderá ser classificado apenas um poema,ou conto,de cada participante.
§ 2º. – Troféus para o primeiro lugar,em cada categoria;
§ 3º –  Medalhas para os 2ºs e  3ºs, lugares em ambas as categorias.
§ 4º –. Serão conferidos certificados aos classificados até o 10º(décimo) lugar. 
§ 5º - A  premiação será  dia 07 de outubro,às 16 h,em local a ser divulgado.

Art. 6º – A Comissão Julgadora  será composta por membros,com amplo conhecimento e experiência em Literatura.
Parágrafo único – A Comissão Julgadora terá autonomia no julgamento, que levará em conta, a originalidade e a linguagem poética.


Art. 7º – O resultado do Concurso será divulgado no dia 30 de setembro de 2017 pelo blog : http://claronniteroi.blogspot.com.br/

Art. 8º Para todos os efeitos legais,os participantes se declaram os legítimos autores dos trabalhos inscritos isentando, os organizadores e patrocinadores, de qualquer reclamação ou demanda que,possa ser apresentada,em juízo ou fora dele.

Art. 9º – Do julgamento e resultados, apresentados pela Comissão Julgadora,  não caberá qualquer recurso

Art. 10º – O CLARON – Centro Literário e Artístico da Região Oceânica de Niterói não devolverá os trabalhos inscritos,podendo  publicá-los,sem ônus de autoria,de acordo com seu interesse.

Art. 11º – Ao se inscreverem, todos os candidatos aceitarão automaticamente todas as cláusulas e condições estabelecidas no presente edital.

.


"I  FESTIVAL DE POESIA JOVEM:
TROFÉU CASIMIRO DE ABREU"




REGULAMENTO
Art. 1º – O CLARON – Centro Literário e Artístico da Região Oceânica de Niterói vem, por meio deste edital, abrir inscrições para o “I  FESTIVAL DE  POESIA JOVEM:TROFÉU CASIMIRO DE ABREU”.
Parágrafo único –  Tema: NATUREZA(meio ambiente,elementos da natureza,),em língua portuguesa,participantes com idade entre 14 e 19 anos.
§ 1º – Vedada a participação de membros da diretoria  do CLARON.
§ 2º – Vedada a participação de membros da COMISSÃO JULGADORA.
Parágrafo único – Não serão consideradas participantes as inscrições com acrósticos, trovas,haicais e nem textos de conteúdo ofensivo, preconceituoso e pornográfico.

Art. 3º – As inscrições (gratuitas) podem ser feitas até 30 de agosto de 2017,(será considerada a data de postagem).
Parágrafo único: no caso de “colégio” o/a responsável pela área de Literatura pode recolher os envelopes e um responsável do CLARON irá buscar(neste caso, somente colégios em Niterói).

Art. 4º – Cada participante pode inscrever-se com até 02 (dois) poemas.
§ 1º – Os trabalhos,ao  serem  enviados(mesmo no colégio,se for o caso) pelo correio,deverão seguir o  sistema de envelopes. O poema deverá vir,com pseudônimo,num envelope maior, em 03(três) cópias  acompanhadas de um envelope menor (no lado de fora,deste,o nome do poema e pseudônimo), lacrado,contendo nome do texto, pseudônimo, nome do participante, endereço completo,telefone e e-mail.O envelope de remessa deverá ter o mesmo remetente do destinatário.Qualquer indício de identificação levará à desclassificação do participante.
a)Os poemas devem ser digitados em editor de texto Word;
b) Fonte Arial ou Times New Roman, tamanho 12;
c) Cada poema não deve exceder o limite de 01 (uma) lauda;

d) Endereço para remessa: :

I  FESTIVAL DE POESIA JOVEM: TROFÉU CASIMIRO DE ABREU
 rua Macário Picanço ,558 – Maravista – Itaipu – Niterói/RJ
CEP 24-342.360

Art. 5º  Entrega dos troféus e medalhas:
§ 1º – Os participantes não poderão acumular as premiações, ou seja, só poderá ser classificado apenas um poema,de cada participante.
§ 2º. – Troféu “CASIMIRO DE ABREU” para o primeiro lugar;
§ 3º –  Medalhas para os 2º, 3º,4º e 5º lugares.
§ 4º –. Serão conferidos certificados aos classificados até o 10º(décimo) lugar. 
§ 5º - A  premiação será  dia 07 de outubro de 2017,às 16 h, em local a ser divulgado. 

Art. 6º – A Comissão Julgadora  será composta por 03 (três) membros,com amplo conhecimento e experiência em Literatura.
Parágrafo único – A Comissão Julgadora terá autonomia no julgamento, que terá como observância a originalidade e a linguagem poética.


Art. 7º – O resultado do Concurso será divulgado no dia 30 de setembro de 2017, pelo blog : http://claronniteroi.blogspot.com.br/

Art. 8º  Para todos os efeitos legais,os participantes se declaram os legítimos autores dos trabalhos inscritos isentando, os organizadores e patrocinadores, de qualquer reclamação ou demanda que,possa ser apresentada,em juízo ou fora dele.

Art. 9º – Do julgamento e resultados, apresentados pela Comissão Julgadora,  não caberá qualquer recurso

Art. 10º – O CLARON – Centro Literário e Artístico da Região Oceânica de Niterói não devolverá os trabalhos inscritos,podendo  publicá-los,sem ônus de autoria,de acordo com seu interesse.

Art. 11º – Ao se inscreverem, todos os candidatos aceitarão automaticamente todas as cláusulas e condições estabelecidas no presente regulamento.

OBSERVAÇÃO 1: SENHOR(A) PROFESSOR(A) . se estiver interessado(a) na participação de seu colégio,entre em contato conosco.

OBSERVAÇÃO 2: O COLÉGIO,CUJO ALUNO  SEJA CLASSIFICADO ENTRE OS 5(CINCO) PRIMEIROS LUGARES,RECEBERÁ MENÇÃO HONROSA. 

OBSERVAÇÃO 3 : PARA OS 10 (DEZ) PRIMEIROS COLOCADOS,O CLARON OFERECE CURSO DE REDAÇÃO GRATUITO.

.



domingo, 12 de março de 2017

A SEGUIR:

VARAL POÉTICO DO
DIA INTERNACIONAL DA MULHER



MULHER     MODERNA

A paisagem é de metal sobre a ponte  Rio – Niterói:
 visualiza-se um colar de rubis
 desenhado pelas lanternas dos  automóveis   e  coletivos.
Aço
Concreto
 Mares
 mulheres ...
 na paisagem metálica  urbana.
 Sirenes,
 buzinas,
trancos.
Lá vão elas, Amazonas.
 Cabelos encharcados
 pela chuva,
 desgrenhados,
 frisados,
 descolorados- tanto faz - não importa.
 Voltam  do trabalho, ou de resoluções  do dia a dia.
Sempre dengosas vitoriosas.
 São sempre assim:
 empinam o bum – bum!
Apertam os seios.
Levantam os ombros-   Tão nem aí!!!
(Edel Costa)





TEM QUEM QUEIRA


Não nasci pra ser Amélia,
Nem tão pouco empregada
Se você casar comigo
Vai ter que me dar mesada.

Preciso de roupa boa,
Bons sapatos, maquiagem.
Adoro ficar à toa,
Gastar dinheiro em viagem.
Eu nasci prá ser patroa,
Comandar  a criadagem.

Sou do tipo de mulher.
Bem bonita e faceira,
Se você não me quiser,
Tem sempre alguém que me queira

Também quero receber carinho,
Em casa ser  uma princesa
Bastante paparicada.
Trabalhar, nem um pouquinho,
Não vou cansar minha beleza,
Nem estragar minha pele aveludada.

Se quiser ficar comigo,
Tem que ser desta maneira.
Pois já falei, meu amigo:
SE NÃO QUISER,
TEM QUEM QUEIRA.
(Lenir Moura)

SÓ QUERO ASSIM



Sou mulher, sou decidida
Não entrego a ninguém minha vida.
Se o amor me quiser
Tem que ser do meu jeito.
Com carinho, com ternura.
Sem humilhação, com doçura.
Que não fira o meu amor próprio,
Que não me faça ter ódio.
Não coloco alguém no meu leito
Que por mim, não tenha respeito.

Sou mulher, sou guerreira,
Mas preciso de um herói.
Alguém que me tenha de verdade,
Que me demonstre sinceridade
Com atos e ações que me fascinem.
Não quero alguém só por ter.
Preciso de colo, de carinho
Preciso de um porto seguro.
De alguém que me conforte,
Que me acompanhe até a morte,
Que divida comigo o seu futuro.
Que faça eu me sentir sempre melhor.

Sou mulher, mas sou humana
Preciso de alguém assim,
Que seja o outro lado de mim.

Não quero a minha metade,
Quero alguém inteiro, de verdade.
Quero somar, não quero dividir,
Quero sonhar, não quero dormir.
Se assim não for,
Não  quero esse amor,
Prefiro viver só. 





MULHERES DE AGORA



Tão lindas, tão novas.
Tão cheias de vida.
Tão sérias, mulheres.
Na luta, aguerridas.
São mães, são esposas,
Meninas guerreiras.
Correndo na vida,
Sentindo a canseira.

Carregam nos ombros
Uma carga pesada.
E misturam, juntando
Ao trabalho de casa,
A profissão que escolheram
Na vida exercer.
São da vida, lutadoras.
Carinhosas professoras
Espalhando o saber.

E comandam as famílias,
Sem deixar de serem filhas,
Seus papéis fazem com louvor.
Nunca perderam seus brilhos,
Cuidam tão bem dos seus filhos
São sinônimos de amor.


São amadas, são amantes.
São as mulheres de agora.
São verdadeiros diamantes
Brilhando pela vida afora.
Com seus sorrisos cativantes,
Essas  mulheres tão brilhantes
Com  orgulho,  são minhas noras.
(LENIR MOURA)


MULHER
Ser diferente ...Que dá vida...À outra gente.
Ser sensível...que ama incondicionalmente
esse ser ainda em semente.
Não se desvalorize...procure ser respeitada
gentil,forte,recatada,...embora sempre antenada.

Mulher mostre ao mundo
Sua capacidade de sonhar,
realizar,se doar,
De cumprir sua missão...em discreta perfeição.
De ser luz em profundidade
em benefício da humanidade
(Dilma Graneiro)



                                MULHER

Dizem que elas são frágeis,
enganam-se.
Pois são como rochas às vezes,
balançam mas não caem.

Forte e batalhadora,
é mãe,amiga,companheira,
trabalha fora e,quando chega em casa,
os filhos querem colo.

Já temos mulheres na política,
nas ruas dirigindo ônibus e táxi,
na construção civil,no esporte,
mecânica de automóvel e muito mais.

Continuando,lutando por um espaço de igualdade social.
Ainda há muito a ser conquistado,
ela segue em frente.
Não desiste nunca!


(Shirley Oliveira)







Mulher, doce encanto que maravilha nossos olhos e ilumina os caminhos de nossos corações.  Fontes de luz e de forca que geram a continuidade da espécie humana.  Dignidade de todo nosso amor. És flor que perfuma e inebria o planeta Terra, onde muitos ainda não entendem seu real propósito de carinho, amparo e dedicação. Vida que encanta a vida e faz nossa alma enternecer.

Parabéns por este dia especial, não obstante  entender que todos os dias deveriam ser comemorados como o dia da mulher.

A todas as mulheres, mães, amigas, filhas, namoradas, avós, esposas,  o nossos mais profundo  agradecimento, admiração e  especial reconhecimento de respeito, não só no dia de hoje, mas por toda eternidade.


Luis Carlos Pontes Melim